Festivais: 64º Festival de Cannes – Vencedor do Palma de Ouro

Festivais: 64º Festival de Cannes – Palma de Ouro

A Árvore da Vida

E o vencedor do premio mais importante do festival de Cannes é o esperadissímo A Árvore da Vida, com esta premiação o filme confirma o seu favoritismo ao próximo Oscar

Previsão de estréia nos cinemas brasileiros em 03 de junho. Clique no poster veja o trailer: 

   


Estréias: Reencontrando a Felicidade

lancamentos Reencontrando a Felicidade

As estréias do fim de semana no cinema:

Velozes e Furiosos 5 (2011), após uma estréia de sucesso nos EUA no fim de semana passada o novo filme da franquia estréia nos cinemas brasileiros.

Não se Pode Viver sem Amor (2010), drama nacional sobre um casal que tenta retomar uma união que não teve sucesso no passado.

Como Arrasar um Coração (2010), uma empresa faz um trabalho no mínimo inusitado, desfazer relacionamentos, comédia romântica francesa.

Que Mais Posso Querer  (2010), um casal adultero se encontra apenas pelo desejo sexual, mas logo o envolvimento começa trazer novos sentimentos.

O destaque entre os lançamentos é:

Reencontrando a Felicidade (2010), este filme deu a indicação a Nicole Kidman, como melhor atriz, no último Oscar traz a história de um casal – Kidman e Aaron Eckhart (Batman – Cavaleiro das Trevas) – que tenta retomar a sua vida após um grande trauma.


Estréias: Incêndios

lancamentos Incêndios

Fim de semana de estréia de mais um concorrente ao Oscar 2011 e mais…

Bruna Surfistinha (2011), filme nacional sobre a prostituta de mesmo nome.

Justin Bieber: Never Say Never 3D (2011), documentário sobre o jovem cantor Justin Bieber.

Desconhecido (2011), açao com Liam Neelson, clique no link e veja o trailer e sinopse.

Poesia (2010), drama sul coreano vencedor de melhor roteiro no festival de Cannes 2010 estréia apenas no circuito alternativo de Sao Paulo.

Mulatas! Um Tufão nos Quadris (2010), documentário nacional sobre as passistas do carnaval (sic!) estréia no Rio de Janeiro (nada mais justo).

Fora da Lei (2010), o filme que fez sua estréia nacional no primeiro fim de semana de 2010, é lançado na capital mineira. Clique no link e veja o trailer e sinopse.

Machete (2010), filme lançado em dezembro faz a sua estréia em Brasília e Vitória. Clique no link e veja o trailer.

Inverno da Alma (2010), concorrente ao Oscar de Melhor filme 2011 faz sua estréia nos cinemas de Salvador. Clique no link e veja o trailer.

O Mágico (2010), concorrente ao Oscar de Melhor animaçao 2011 foi lançado em dezembro e agora faz estréia nos cinemas de Salvador. Clique no link e veja o trailer.

O destaque é o canadense, concorrente a melhor filme estrangeiro, Incêndios (2010), drama sobre um casal de irmaos que estao a procura de seu pai.



 

Estréias: 127 Horas

lancamentos 127 Horas

Fim de semana de estréia de dois filmes indicados ao Oscar 2011 e mais o retorno de um herói:

Besouro Verde (2011), um rico filho de magnata após a morte de seu pai, percebe que não fez nada de bom em sua vida e tentará ser um herói mascarado. Filme fez relativo sucesso nos EUA com a sua mistura de ação e comédia.

Trabalho Interno (2010), documentário concorrente ao Oscar de melhor documentário, narrado por Matt Damon, traz entrevistas com os envolvidos na crise financeira de 2008.

O destaque é o concorrente ao Oscar de melhor filme 127 Horas (2010), o filme promete uma ótima atuação de James Franco e um clima stressante. Clique no poster e veja o trailer legendado.



 

Lançamentos: Trabalho Interno

lancamentos Trabalho Interno

Documentário concorrente ao Oscar 2011, sobre o colapso financeiro de  2008 e como poderia ser evitado.

Narrado por Matt Damon o filme traz entrevistas com os envolvidos na crise e estudiosos do mercado financeiro.

Estréia nos cinemas brasileiros em 18 de fevereiro.


 

Estréias: O Discurso do Rei

lancamentos O Discurso do Rei

Fim de semana de estréia de dois filmes indicados ao Oscar 2011, veja:

O Ritual (2010), novo filme do grande ator Anthony Hopkins, filme este top de arrecadação nos EUA em seu fim de semana de estréia e promete ser um excelente filme.

Bravura Indômita (2010), esperadíssimo filme dos irmãos Coen, com dez indicações ao Oscar.

Burlesque (2010), musical com Christina Aguilera, Cher, Eric Dane, Stanley Tucci, Alan Cumming, Kristen Bell, Cam Gigandet. Estréia em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis, Campo Grande, Aracajú, Curitiba, Belém.

O Samba que Mora em Mim (2010), documentário nacional sobre o samba, focando na escola de samba Mangueira. Estréia em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Poesia (2010), filme sul coreano sobre paixão e a dura realidade da vida. Estréia apenas no Rio de Janeiro.

O Bom Coração (2010), Jacques (Brian Cox) é um dono de bar em Nova York, desiludido e amargurado, recruta o indigente Lucas (Paul Dano) para ser seu herdeiro e continuar com o bar aberto, porém a relação entre os dois se abala quando  April (Isild Le Besco) pede ajuda a Lucas. Filme fez sua estréia no país no final de 2010 agora será exibido em Porto Alegre.

Minhas Mães e Meu Pai (2010), filme concorrente ao Oscar de Melhor Filme, estreou nacionalmente em novembro de 2010 e só agora faz a estréia em Belém.

O destaque não poderia ser outro, O Discurso do Rei (2010) finalmente estréia nos nossos cinemas, o filme recebeu dez indicações ao Osca 2011 e ganhou vários prêmios inclusive como melhor filme no Bafta 2011, maior premiação européia.  Clique no poster e veja o trailer.




 

Cinefilando Crítica: Cisne Negro

Cisne Negro

(Black Swan)

Ano: 2010

Gênero: suspense/drama

Mídia: cinema

Como definir o gênero de Cisne Negro? Talvez como uma mistura entre drama, suspense, fantasia, mas vai muito além disso tudo…

O diretor Darren Aronofsky possui em sua curta filmografia dois dos melhores filmes já realizados Requiem para um Sonho (2000) e O Lutador (2008), incrivelmente consegue somar mais um filme sensacional: Cisne Negro.

Contando a história de uma bailarina (Nina – Natalie Portman) que depois de muito trabalho árduo consegue se tornar a estrela principal da companhia novaiorquina de balé, sua primeira peça será O Lago dos Cisnes, porém após se tornar a protagonista se vê perseguida por uma jovem bailarina (Lily – Mila Kunis). Basicamente esta é a história, mas o roteiro vai muito além, Nina vive apenas para a dança e a dança a consome, além do que, se vê cobrada pela figura de sua mãe (Erica – Barbara Hershey) que abandonou a dança devido a gravidez.

Um dos grandes destaques do filme é a sua fotografia, que se altera conforme o desenvolvimento do filme e busca ângulos incomuns (no cinema americano) em certos momentos a câmera torna o espectador uma sombra de Nina a seguindo e fazendo com que se torne cúmplice dela, em outros os closes confrontam os personagens de maneira quase esmagadora. Existem momentos de extrema angústia durante o filme e a câmera é posta de maneira que nos força a assistir, genial.

Natalie Portman está perfeita e justifica o seu Globo de Ouro, e dificilmente não levará o Oscar de melhor atriz, destaque também para Mila Kunis que parece ter conseguido dar uma nova guinada em sua carreira depois da série That’70s Show.

A trilha é praticamente perfeita, a junção entre musica clássica e cinema é perfeita, no caso de Cisne Negro, cada musica parece ter sido escolhida a dedo, se encaixando perfeitamente com o roteiro.

Um filme que mostra a busca da perfeição, e como isso pode ser perigoso.

 

Nota: 9,4

 

Posts relacionados >

◊  07-02-2011 – Estréia Cinemas Brasileiros

◊  28-01-2011 – Indicados ao Oscar 2011

◊  23-12-2010 – Trailer